Mais moradia em Porto Velho

Lumiform SH® é destaque em construção do Residencial Porto Madero

A fim de atender as demandas de habitação social em Porto Velho, capital de Rondônia, a CasAAlta Construções está construindo o Residencial Porto Madero, um condomínio que será o lar de 2746 famílias.

DSC01212 (2072 x 1164)

São 171 prédios com quatro pavimentos construídos em parede de concreto, com o uso da fôrma Lumiform SH®. O sistema já vem com vãos para janelas e portas, além de solução técnica para embutir as instalações elétricas e hidráulicas. Os painéis são montados sem necessidade de mão-de-obra especializada, o que reduz o custo do cliente.

A utilização da tecnologia de fôrmas para concretagem está tornando possível o desafio da construtora: erguer a estrutura do residencial em apenas 10 meses. Já que, com o uso do Lumiform SH®, a CasAAlta está construindo um prédio com 16 unidades de 42,57 m² em apenas 8 dias.

O Lumiform SH® desempenha uma função estrutural e de vedação, simultaneamente, atende às normas de desempenho NBR 15575 (quanto às especificações térmicas e acústicas), sem contar com a diminuição do desperdício de materiais e geração de entulho.

Thiago Donadon, engenheiro responsável pela obra da CasAAlta, conta como o sistema viabiliza a construção das torres. “Não é a primeira vez que trabalho com as fôrmas da SH. A tecnologia utilizada na construção do Residencial Porto Madero, Lumiform SH®, facilitou o processo executivo e a segurança da obra”.

A construção do Residencial Porto Madero começou em 2013 e a previsão de término é para este ano.

G0010614 (1500 x 844)

Lumiform SH® no Minha Casa Minha Vida, em Nova Iguaçu – RJ.

SH fornece para mais um projeto do Programa Minha Casa Minha Vida, do Governo Federal. Realizada pela Ancona Engenharia, a obra do Residencial Parque Guandu, em Nova Iguaçu – RJ, contou com o sistema Lumiform SH® para otimizar todo o processo de construção. 

Com um terreno de 174 mil metros quadrados, o Residencial Parque Guandu possuirá nove condomínios, com nove prédios de 32 apartamentos, totalizando 2.592 unidades para moradia de famílias com baixa renda, com até três salários mínimos. 

A obra possui dois conjuntos de formas Lumiform SH® com, aproximadamente, 2.104 metros quadrados em cada um. “Construir tantas unidades, em pouco tempo, é sempre um grande desafio. Com o Lumiform SH®, podemos oferecer ao cliente uma solução mais rápida e produtiva da atualidade para o processo construtivo domiciliar”, conta Thiago Fraga, Assistente Técnica da SHI.

obra_lumiform_residencial_parque_guandu_ancona_eng_rj_2014 (1)

O sistema de formas é composto por painéis fabricados com perfis especiais de alumínio e forrados com placas de alumínio. Além de durável e leve, o Lumiform SH® não possui rebites, emendas ou marcas na face que faz contato com o concreto, o que garante um acabamento perfeito. Pode ser aplicado nos mais variados tipos de projetos, como construção de casas, sobrados e edifícios, com qualidade e ganhos significativos de produtividade. 

A construção teve início em novembro de 2013 e possui previsão de término para entrega dos apartamentos está para dezembro desse ano. “Além da visibilidade da obra no mercado de construção civil, está obra possui grande impacto social, pois proporcionará para muitas famílias a possibilidade de conquistar seu primeiro imóvel próprio”, ressalta Rafael Desterro, Supervisor Técnico comercial da SHI.

obra_lumiform_residencial_parque_guandu_ancona_eng_rj_2014 (1)

obra_lumiform_residencial_parque_guandu_ancona_eng_rj_2014 (5)

obra_lumiform_residencial_parque_guandu_ancona_eng_rj_2014 (7)

Construções residenciais e comercial em área nobre em Ponta Grossa – PR

A SH participa da construção dos edifícios Renoir, Torres Cezanne e Corporate Center, obras realizadas pela Construtora Jonas de Mello Chueire – JMC, a maior construtora em Ponta Grossa – PR.

São duas obras residenciais localizadas em área nobre da cidade: o Edifício Renoir, que prevê a construção de uma torre com 13.000m², com 52 apartamentos médio alto padrão, e o Edifício Torre de Cezanne, que terá duas torres com 100 apartamentos de alto padrão, em aproximadamente 30.000m² de estrutura. “As duas obras são muito bem localizadas, com ampla visibilidade, e são destaque na cidade que está passando por uma expansão, tardia, mas extremamente importante no setor industrial e residencial”, comenta Carlos Moreira, Engenheiro da SH responsável pelo atendimento à obra.

Topec® SH na obra do Edifício Torre de Cezanne

Já o Edifício Corporate Center possui 10.000m², numa região composta por 50 conjuntos comerciais, com 15 pavimentos cada um. “Ponta Grossa sempre foi uma região promissora e desejada, mas com um parâmetro de preços e métodos executivos que dificultavam a nossa atuação na região. Hoje, por atendermos a JMC, considerada a maior construtora da região, temos ampla visibilidade e conquistamos alta confiabilidade do mercado local, que hesitava em sair dos métodos tradicionais”, ressalta o Engenheiro.

Início das obras do empreendimento comercial, Corporate Center.

Para as obras, a SH fornece Topec® SH e o sistema Concreform SH®, chegando a um total de 50 toneladas de equipamento. Ao todo, são fornecidos para três obras, aproximadamente 4000m² de Topec® SH e 160 toneladas de equipamentos SH em obra. “Quando participamos da concorrência comercial da primeira obra, tivemos que vencer alguns desafios. Já tínhamos participado de cotações para outras obras da empresa, em 2009, mas sem fechar. No ínicio desse ano, fechamos o contrato para a obra do Edifício Corporate Center. No mesmo dia da entrega dos materiais, o responsável pela obra entrou em contato conosco, pois nossos equipamentos e o atendimento prestado pela nossa equipe superaram a expectativa dele e o impulsionou a realizar um novo acordo com a SH. Foi decidido, assim, pelo cliente, retirar os equipamentos da concorrente da obra, substituindo-os pelos nossos equipamentos. Pouco tempo depois, além de atender as obras dos edifícios Corporate e o Renoir, começamos a fornecer para o Torre de Cezanne, cuja execução é muito importante para o currículo da JMC. Em área nobre, de alto padrão, a construção é uma vitrine para a eles, perante o mercado local”, conta o Carlos Moreira.

 

Construção do residencial Renoir com equipamentos da SH (1)

As três obras iniciaram em tempos diferentes, mas a previsão de término é para, aproximadamente, julho de 2013. “Procuramos agir com cumplicidade, assumir e cumprir os compromissos, além de nos preocuparmos em fazer o melhor que podemos. Queremos que o cliente tenha resultados acima da média e da expectativa e, desta forma, sejamos, junto com ele, uma referência para o mercado”, conclui Carlos.

Construção do residencial Renoir com equipamentos da SH (2)

Os sistemas de formas da SH revolucionaram nosso processo produtivo e nos aproximou do futuro. As novas tecnologias de fôrma e escoramento, associados a projetos arquitetônicos e estruturais compatíveis, trouxeram grande produtividade ao canteiro de obras, reduzindo prazos e, consequentemente, custos“.

Engenheiro Leandro Marinho.
Construtora JMC

 

Construção do residencial Renoir com equipamentos da SH (3)