SH Participa da Obra do Sistema de Esgotamento Sanitário em Aracaju – SE

SH está participando da obra do Sistema de Esgotamento Sanitário do bairro Jabotiana, na zona oeste de Aracaju – SE.  Uma obra da Sercol Construções que irá beneficiar mais de 120 mil moradores da região com a construção de uma estação de tratamento de esgoto.

Estão sendo construídos:

2 AERADORES – Um tanque com introdução de oxigênio para manter viva a colônia de microrganismos que decompõe a matéria orgânica no efluente.

ELEVATORIAS– O esgoto é coletado das residências e levado por gravidade até as estações de tratamento, em determinados pontos é necessário bombear esse efluente, para isso servem as estações elevatórias.

ADENSADOR DE LODO – É uma parte do tratamento da fase sólida que trabalha reduzindo o volume do lodo oriundo de decantadores.

2 DAFAS (Digestor Anaeróbico de Fluxo Ascendente) – É uma forma de tratar o esgoto, onde o mesmo atravessa de forma ascendente uma camada biológica anaeróbica de lodo que compõe a matéria orgânica existente no efluente.

As Soluções em formas e escoramentos utilizadas na obra são da SH.
Nesse primeiro momento estão sendo utilizados
Formas Concreform SH® nas paredes e Pilares com altura de 5.20 metros; Andaime Fachadeiro® SH Para o auxilio na montagem das ferragens das formas e na concretagem; Piso metálico e Pranchão.

Posteriormente a obra irá contar com Torre de carga LTT e Perfis para escoramento de lajes, e formas Tekko® SH para Aeradores e Adensadores de lodo. Iniciada em março de 2019 a obra tem previsão de finalização em janeiro de 2020.

“É sempre muito importante participar de uma obra de Sistema de Esgotamento de uma capital, é uma obra de grande visibilidade na cidade pela importância do projeto.”
Eng. Maurício Seixas -Supervisor de contratos – Unidade Salvador.

Colaboradores SH envolvidos:
Supervisores Comerciais: Arqt. Venicius Jesus e Eng. Mauricio Seixas.
Projetista: Monique Mendes.
Assistente Técnico: Marcio Oliveira

Soluções em estruturas metálicas facilitam o andamento da obra no polo comercial de Porto Alegre

A avenida Carlos Gomes, uma das principais de Porto Alegre  RS, recebe o Capital Tower, uma obra da CFL Construções e Incorporações. O empreendimento comercial será referência de modernidade e infraestrutura no principal eixo de negócios da capital. Além disso, ocupará uma área de 3.200 m² em torre única no bairro Auxiliadora.

A principal missão da equipe SH, locadora dos escoramentos aplicados em obra, foi elaborar uma plataforma de trabalho com andaime Modex® no 17º pavimento para acesso e apoio de uma plataforma, que será utilizada para montagem e fixação de uma estrutura metálica da obra. A estrutura da plataforma foi montada sobre perfis AL22 em balanços fixados na laje, através de barras de ancoragem e estaio, com cabos de aço na cobertura da estrutura. A fim de facilitar a visualização e organização da estrutura, o projetista responsável, Paulo Keller, separou por etapas o processo de montagem.

projeto

Franco Menegat, Supervisor Técnico da unidade de Porto Alegre, explica: ” O objetivo inicial desse projeto foi achar uma solução viável para o cliente, que não possuía uma grua para movimentar e subir Perfis W maiores. Com isso, a equipe de projetos optou por utilizar Perfis AL22 de 6,00m, enquanto utilizava um ponto de apoio com cabo de aço dimensionado por uma empresa especializada. Dessa forma, conseguiram executar a montagem sem cair carga na marquise, o que aumentava a distância do balanço” 

Além do planejamento, o desenvolvimento da montagem ocorreu com respeito às normas de segurança do trabalho e  com o suporte da equipe especializada de montagem da construtora CFL. Outro aspecto fundamental, foi a orientação do colaborador da SH, o Assistente Técnico, Fernando Martins, que celebra a importância do projeto.A obra chama a atenção devido ao seu tamanho e por estar posicionada na fachada frontal” . Com a montagem da estrutura já concluída, o equipamento permanecerá dando suporte a estrutura do CFL Tower por 60 dias.

img-20160922-wa0021

 

Sobre os equipamentos utilizados nessa obra:

Modex® SH

Por suas características, o Modex® SH é capaz de vencer qualquer desafio de altura e modulação, com extraordinária rapidez de montagem. Composto por torres com travessas e diagonais unidas por rosetas e modulação a cada 50 cm, o Modex® SH pode ser montado em qualquer dimensão e duas travessas fixadas em qualquer direção. Sua versatilidade permite a montagem da torre em formas circulares e poligonais, e sua utilização em qualquer modulação facilita a distribuição de carga.

Perfil Al22 – Feito em alumínio, aumenta a produtividade na montagem e movimentação. Pode ser utilizado como viga primária e secundária, facilitando o controle do uso e do estoque na obra.

 

 

Duplicação de viaduto sem dor de cabeça para o motorista

No Paraná, soluções em escoramento viabilizam prazo sem impactos no trânsito

Com o objetivo de minimizar os efeitos do fluxo de veículos na região, o consórcio Ecovias, detentor da concessão da rodovia BR 277, Paranaguá,PR, iniciou obras de duplicação do viaduto PR 407 que fica no km 6,6 . A rodovia liga Curitiba ao Porto de Paranaguá e o viaduto é um dos principais acessos às praias do litoral paraense, ligando Paranaguá ao balneário Praia de Leste, em Pontal do Paraná.

1

Um desafio para a execução da duplicação dos 3,5km do viaduto é manter o cronograma da obra sem comprometer o tráfego dos veículos no trecho. Para isso, a Engenharia e Construções CSO contou com as soluções da SH para escoramentos. Os Perfis W 20, apoiados em Torres de carga LTT, proporcionou um vão livre de 6m em cada sentido da rodovia, mantendo o trânsito normal da região. Além disso, os Perfis SH 20 e  Perfis C 7,5 foram utilizados para barroteamento.

Eduardo Vasconcelos, Supervisor de Contratos da SH, destaca alguns pontos importantes no fornecimento para obras de infraestrutura. “O planejamento é um fator primordial para o sucesso de obras de infraestrutura, o desenvolvimento de anteprojetos, por exemplo, é extremamente importante para que possamos antecipar imprevistos e oferecer soluções ideais”.

Tecnologia SH no maior shopping de São Luís – MA.

Em Abril de 2015, deverá ser inaugurado o Golden Shopping Calhau, em São Luís, no Maranhão. Contratada para NBR Empreendimentos, a SH atende a maior obra em execução na cidade, realizada pela São Luís Malls. O shopping de alto padrão terá área construída de 75.000 m², um total de 192 lojas, 1.300 vagas de estacionamento e heliponto com três vagas e é localizado em um bairro nobre da cidade.

Golden Shopping Calhau - São Luís - MA - Agosto - 2014 (7)

A estrutura é moldada in loco, com laje nervurada padrão 61x61x26, vigas de 30 x 70 e pilares de 50×50. A obra é dividida em sete setores e três pavimentos. São 300m² de sistema Concreform SH® utilizados na concretagem dos pilares em duas etapas de 2,50m, totalizando pilares de 5m de altura. Já 300m de Modex SH® são utilizados em conjunto com o Concreform SH® com a função de servir como andaime e estrutura de estabilidade para o pilar, durante a concretagem. O escoramento é a feito com torres de carga LTT, perfis C12 e C7. Após a concretagem são utilizadas as Escoras Lume como reescoramento, totalizando 680 toneladas de LTT e escoras. “Nosso cliente é um formador de opinião. A obra foi visitada por outras cinco empresas, com projetos de shopping similares em outras cidades nordestinas. Nosso know-how é um diferencial para futuras negociações”, conta Enio Chaible, Gerente da unidade SH em Fortaleza – CE. “Shoppings são obras com cronogramas complexos, trabalham com várias frentes em simultâneo e um planejamento mal feito pode trazer prejuízos de milhões em uma obra desse porte. Por isso, a SH esteve presente na criação do planejamento de equipes, consumo de equipamentos e ciclo de concreto. Também apresentamos soluções técnicas para o tipo de estrutura, que viabilizaria o planejamento elaborado”, completa o Gerente.

Golden Shopping Calhau - São Luís - MA - Agosto - 2014 (1)

Golden Shopping Calhau - São Luís - MA - Agosto - 2014 (5)

Golden Shopping Calhau - São Luís - MA - Agosto - 2014 (9)

Golden Shopping Calhau - São Luís - MA - Agosto - 2014 (12)

Concreform SH® em obra da Petrobrás S.A., na Bahia.

Contratada pela A. Tonnani Construções e Serviços Ltda., a SH participou da construção de uma laje para balança e um muro de contenção na obra da Fábrica de Fertilizantes Nitrogenados (Fafen), da Petrobrás S.A., em Camaçari – BA. Foram utilizados perfis para escorar a balança e 250m² do sistema de formas Concreform SH® para o muro. “Primeiro, fomos chamados para fornecer uma solução de um escoramento especial para uma balança. Projetamos uma solução bastante simplificada e o cliente ficou bem satisfeito. Posteriormente, foram solicitadas formas para uma contenção, tendo em vista que o cliente já tinha realizado a primeira etapa do muro com nossas formas, no ano passado, e gostou do resultado”, conta Manuela Roza, Supervisora de Contrato da unidade SH na Bahia.

obra_trecho_fafen_petrobras_tonnani_ssa_junho_2014_3


PERDA ZERO

Um problema muito comum na obra é a perda de peças. Estima-se que, em um contrato de locação de fôrmas para concreto e escoramentos metálicos, essa perda represente, financeiramente, de 5 a 10% do valor do contrato com o fornecedor. Essa obra, em especial, destacou-se por não ter nenhuma peça perdida e/ou danificada. Com orientações da Assistência Técnica da SH sobre como armazenar e utilizar os equipamentos, o processo de locação não gerou custos extras com indenizações. 

O cliente foi muito cuidadoso, seguindo as orientações que foram passadas. O que ajudou bastante foi o fato do canteiro ser em área industrial, onde é mais fácil manter a organização, se comparado a um canteiro de construção civil. O almoxarifado da obra também era bem rigoroso quanto à conferência das cargas e descargas”, diz Herbert Costa, responsável pelo atendimento da assistência técnica.

A obra teve início em janeiro de 2014 e teve duração de seis meses. Sempre muito presente na área de Montagem e Manutenção Industrial (MMI) com a locação de andaimes de acesso, a SH amplia sua atuação para empresas que atende a Petrobrás S.A., oferecendo, também, outras diversificadas soluções em engenharia.

obra_trecho_fafen_petrobras_tonnani_ssa_junho_2014_2

obra_trecho_fafen_petrobras_tonnani_ssa_junho_2014_1
 
PRINCIPAIS DICAS PARA EVITAR PERDAS DE EQUIPAMENTOS EM OBRA:

– Reservar uma área para armazenamento, preferencialmente próximo ao local de aplicação;
– Evitar terrenos alagados;
– Separar as peças por famílias;
– Não permitir que peças pequenas fiquem espalhadas pela obra, providenciando caixas para melhor guardá-las;
– Cuidados com o manuseio em geral, evitando jogar as peças no chão e transportando-as adequadamente;
– Evitar acúmulo de concreto nas peças;
– Evitar ociosidade do equipamento. 

SH na obra da CMPC Celulose Riograndense no RS.

A SH participa do projeto de expansão da Celulose Riograndense. Parte do grupo CMPC, a Celulose Riograndense é uma empresa gaúcha presente no mercado internacional de celulose de fibra curta de eucalipto. Ela conta com uma fábrica no município de Guaíba, no estado do Rio Grande do Sul, que ocupa uma área de 106 hectares e investe no cultivo de florestas como fonte de suprimentos de matéria-prima sustentável. O projeto de expansão de produção chamado Projeto Guaíba 2, avança suas atividades com ritmo acelerado. A operação está programada para ter início no primeiro trimestre de 2015 e contará com mão de obra, em seu pico, de 7 mil trabalhadores.

obra_celulose_riograndense_cmpc_guaiba_poa_maio_2014 (1)
Atendendo grandes clientes como a Fortes EngenhariaA.Yoshii EngenhariaHochtief do BrasilCoesul – Construtora Extremo Sul Ltda.Construtora Premold e Lamb EngenhariaSH participa desse empreendimento que absorverá um investimento de aproximadamente R$ 5 bilhões. Atualmente, a capacidade de produção da planta é de 450 mil toneladas de celulose ao ano. Com a expansão, a fábrica chegará a 1,75 milhão de toneladas e, com possíveis otimizações do complexo, será possível alcançar quase 2 milhões de toneladas de celulose. “A obra contempla a execução de grandes estruturas que aumentarão ainda mais a produção da fábrica existente. Secadoras, Pulper Pits, Efluent Pit, Armazém de Celulose, Sala de Controle Central, Prédio dos Compressores, Sala Elétricas e Torres de Resfriamentos, Bases de Turbo Geradores, Prédio dos Filtros, além de bases dos mais variados formatos e tamanhos, fizeram com que utilizássemos quase todos equipamentos disponíveis na SH para atender os projetos mais variados”, conta o Supervisor de Projetos, Franco Menegat.


obra_celulose_riograndense_cmpc_guaiba_poa_maio_2014 (2)

SH iniciou o fornecimento de equipamentos para a obra em setembro de 2013 e deve encerrar sua participação em dezembro de 2014. Em maio de 2014, a empresa contabiliza, aproximadamente, 918.964,35kg em equipamentos na obra. Em maior quantidade, são fornecidos os sistemas de formas Tekko® SH e Concreform SH® para a execução de bases e pilares até a Superestrutura. Também são utilizadas diversos tipos de soluções, contemplando Perfis C e Torres de Carga LTT e Modex® SH, para escoramento de lajes e vigas, e andaimes e escadas modulares Modex® SH, para acesso e manutenção de alguns trechos.

obra_celulose_riograndense_cmpc_guaiba_poa_maio_2014 (4)

Desenvolvemos um sistema de utilização de andaimes Modex® SH, no primeiro momento, atendendo as funções de andaimes e, posteriormente, fazendo parte do escoramento. Tal solução trouxe agilidade e, principalmente, segurança para os colaboradores. Além das formas, toda estrutura atendida por nós teve como complemento a utilização de andaimes com pranchas e pisos metálicos. Todos os projetos, além de terem detalhamentos específicos, foram devidamente acompanhados com memórias de cálculos”, aponta Menegat. “O nosso maior diferencial foi a rapidez no atendimento, alcançando prazos e grande quantidade de equipamentos ideais. Ainda em fase de orçamento, foram desenvolvidos os projetos de mais de dez estruturas completas, fazendo com que toda a equipe de projeto tivesse a oportunidade de contribuir e aprender muito. Além de estruturas complexas, também tivemos questões agravantes como as revisões sofridas no projeto estrutural do cliente. Em função do curto prazo de obra, os projetos demoravam a ser liberados e quando tínhamos acesso a eles precisávamos agilizar sua elaboração”, completa o Supervisor.

obra_celulose_riograndense_cmpc_guaiba_poa_maio_2014 (3)
A obra representa 23% do faturamento mensal da unidade da SH em Porto Alegre – RS e tem previsão de faturamento total em torno de 2,7 milhões. Para a SH, a participação da maior obra do estado na atualidade é uma excelente oportunidade para consolidar a marca SH na região. A gama de equipamentos utilizados confirma o potencial da empresa para solucionar as mais diversas situações em qualquer tipo de estrutura, servindo como uma vitrine para o mercado da construção civil.

obra_celulose_riograndense_cmpc_guaiba_poa_maio_2014 (6)

obra_celulose_riograndense_cmpc_guaiba_poa_maio_2014 (5)

SH na construção do maior shopping do Pará.

SH está na obra do maior, mais moderno e mais bem equipado shopping da Região Norte do país: o Shopping Bosque Grão-Pará. A obra teve início no final de 2012 e tem previsão de término para meados de 2015. A SH foi contrata pelas empresas Calila Administração e Comércio Ltda. e CMM Engenharia Ltda.

O shopping será construído em terreno de 123 mil metros quadrados, localizado a apenas 10 minutos do centro de Belém. Vizinho a dois importantes condomínios residenciais horizontais da cidade – o Água Cristal e o Cristal Ville, o Bosque Grão-Pará pretende propiciar em seu entorno a atração de novos investimentos, criando, assim, uma nova centralidade na capital paraense. Será âncora do maior empreendimento imobiliário a ser erguido na cidade nos próximos anos, a Cidade Cristal, um projeto de condomínios empresariais, comerciais e residenciais de alto padrão, construído e projetado pelo Consórcio Água Cristal, capitaneado pela Construtora Freire&Melo, empresa com larga tradição no Pará.

obra_shoppinggraopara_para_bel_maio_2014 (4)
Com quase 700 toneladas de equipamentos em obra, a SH está executando os pilares de 6,00 metros de altura com as formas Concreform SH®, fornecendo cimbramentos metálicos para todas as lajes e vigas, além de escadas de acesso e formas para execução de túneis de acesso na parte de infraestrutura. “São mais de 14 mil torres de Carga LTT, Perfis Metálico C12, Perfis Metálicos C7,5, Escadas modulares, Concreform SH®, travamentos, entre outros”, conta João Corvo, Gerente da Unidade SH em Belém. “O volume de equipamentos em obra é bastante elevado e isso é muito relevante para uma unidade nova como BEL (inaugurada em 2013). O cliente é original de Fortaleza – CE e possui um excelente relacionamento com a SH. Temos participado de vários empreendimentos comercias nas regiões Norte e Nordeste”, completa João.

obra_shoppinggraopara_para_bel_maio_2014 (7)

obra_shoppinggraopara_para_bel_maio_2014 (3)

obra_shoppinggraopara_para_bel_maio_2014 (1)

Novo Ginásio do Complexo Mangueirão, em Belém – PA.

A SH está participando da construção do Ginásio Poliesportivo do Complexo Mangueirão, em Belém – PA. A estrutura será erguida em uma área de 9.995,05 metros quadrados, sendo dividida em cinco níveis. A área externa tem 11.053,51 metros quadrados e todo o projeto foca em conforto, acessibilidade e visibilidade para receber até 12 mil pessoas. O ginásio receberá tanto eventos de esportes ligados ao Comitê Olímpico Brasileiro (COB), como grandes acontecimentos culturais, shows, apresentações e festivais. Também servirá como centro de treinamento das Olimpíadas de 2016.

obras_mangueirao_quadraengenharia_bel_favereiro_2014_4

Em consórcio com a Laje Construções Ltda. e a Mape Engenharia Ltda., a Quadra Engenharia Ltda., contratou a SH que está com, aproximadamente, 480 toneladas de equipamentos em obra, sendo: 250 toneladas de Torres de Carga LTT SH para escoramentos, 10 mil metros de Perfis (AL15, C12 e C7,5) para cimbramento, cerca de 350m² de Concreform SH® para blocos e pilares e cerca de 40 metros verticais de Escadas Modulares Modex SH®. “A complexidade na execução desse tipo de obra é bem ampla. Na execução das vigas radiais, por exemplo, o uso de perfis C12 foi determinante. Permitindo segurança e funcionalidade, devido à inclinação acentuada dessas vigas”, conta Ivonete Cavalcanti, Engenheira Supervisora de Contratos da unidade SH em Belém – PA, responsável pelo atendimento à obra.

obras_mangueirao_quadraengenharia_bel_favereiro_2014_1
Iniciada em Julho de 2014 e com término previsto para Março de 2015, a obra é apenas a primeira etapa do projeto de reurbanização da área no entorno do Estádio Olímpico do Pará, o Mangueirão, executado pelo Governo do Estado do Pará. Está prevista ainda a construção de uma esplanada para realização de eventos, estacionamentos, dentre outros. “Pelo enfoque técnico, é uma obra de estrutura complexa, promovendo, portanto, know how para toda a equipe envolvida e virando uma obra de referência para o mercado da construção na região. Como destaque, é uma obra de enfoque político e isso acaba por projetar todos os envolvidos com a mesma. Já, pelo lado econômico, é uma obra de peso, com grande volume de equipamentos e, consequentemente, bom faturamento”, avalia a Engenheira.

A Quadra Engenharia Ltda., uma das consorciadas desse projeto, tem hoje uma parceria com a SH na construção de outros empreendimentos, principalmente, no setor imobiliário.

obras_mangueirao_quadraengenharia_bel_favereiro_2014_2

obras_mangueirao_quadraengenharia_bel_favereiro_2014_3

Mais imagens em : http://www.flickr.com/photos/shbrasil/

SH fornece para o TCE de Goiás

A SH fornece equipamento para a construção da nova sede do TCE – Tribunal de Contas do Estado de Goiás, obra desenvolvida pela FUAD Rassi Engenharia Indústria e Comércio LTDA.
A área destinada à construção é de aproximadamente 14 mil metros quadrados, em um terreno próximo à BR-153 e à AGETOP – Agência Goiana de Transportes e Obras Públicas. “O projeto a ser executado prevê um melhor funcionamento, com a modernização das instalações do Tribunal, proporcionando um melhor desempenho e a facilidade de integração entre as unidades”, comenta Pedro Rodrigues, Projetista da Unidade BSB.
Para a construção, a SH fornece aproximadamente 300 toneladas de equipamentos, entre escoras, andaimes Fachadeiro® SH e perfis. “Desde 2000, não fazíamos obras com esse cliente, uma empresa de um grupo muito atuante no mercado regional com participações em grandes obras públicas e privadas. Com esse contrato estamos tendo acesso aos responsáveis pelas obras, abrindo oportunidade para novas negociações futuras”, conta Pedro.
Os equipamentos SH trouxeram soluções facilitadoras para o desenvolvimento da obra. “A carga mecanizada agilizou os procedimentos de retirada, pois o cliente não precisou deslocar ou contratar pessoal para carregamento”, explica o Projetista que acompanha a obra.
 
A construção teve início em outubro de 2012 e tem previsão de término em junho de 2013. “Participar desse grande projeto, sem dúvidas abre novos horizontes para a SH no território brasileiro. Essa obra possui grande visibilidade na Construção Civil da região e, serve de vitrine para a SH em Goiânia – GO, além de estarmos constantemente na mídia local” , conclui Pedro.

A Universidade Federal do Sergipe cresce e a SH participa dessa expansão.

Após 40 anos de existência, a Universidade Federal de Sergipe (UFS) passa por um intenso processo de expansão e reforma que inclui construção de outros cinco prédios, no campus de São Cristóvão, além da reestruturação dos estacionamentos, recuperação e ampliação da rede de drenagem, ajuste no traçado das vias de tráfego e implantação de completa sinalização viária.

Responsáveis pelas construções dos novos prédios, as empresas RGM Construções Ltda., Sercol Construções e Sólida Engenharia contrataram a SH para o empreendimento. “A Sercol é um cliente antigo da SH e já faz obras desse tipo há um bom tempo com a gente. Temos um relacionamento muito bom e nessa ampliação estamos com duas obras e orçando uma terceira”, conta o Arquiteto da SH baseado na região, Venícius de Jesus. “A RGM e a Sólida são clientes mais novos, que começaram a trabalhar conosco no ano de 2011”, conta o Arquiteto.

Escoras LTT na construção do Departamento de Engenharia pela Sólida

Para as obras de construção do espaço que abrigará o Departamento de Medicina Veterinária e de ampliação da Biblioteca e dos Departamentos de Matemática e de Engenharia Elétrica da UFS, a SH está fornecendo, aproximadamente, 150 toneladas de equipamentos, entre eles, Escoramentos LTT, Perfis AL 15, C7,5, sistema de formas Concreform SH® e travamento de pilar. “Tem sido gratificante o retorno dos nossos clientes, especialmente, quando se trata de produtividade dos equipamentos em obra, em tempos de escassez de mão de obra no mercado da construção civil”, diz Venícius.

 Concreform SH® na construção do Departamento de Veterinária pela RGM

As obras da UFS tiveram inicio em Março de 2012 e tem previsão de término em Outubro de 2012. São construções diferenciadas e os projetos das estruturas exigem muita atenção em relação ao dimensionamento dos equipamentos SH. Com lajes e vigas muito espessas e pé direito elevado, a obra figura como mais um desafio para a equipe técnica. “Nossa equipe está mais do que acostumada a desafios. A SH também tem bom relacionamento com o Departamento de Engenharia da Universidade e outros órgãos que atuam em pareceria no campus. São obras de boa visibilidade e com expressão boa para as construtoras da região. Estamos empolgados com nossa participação”, comemora o Engenheiro da SH.

Escoras LTT, perfil AL e C75 na construção da RGM

A SH também está presente na construção da Biblioteca do campus UFS da cidade de Lagarto, também em Sergipe, com a Sercol Construções, onde há o fornecimento de escoramento com torres LTT e travamento de vigas.

LTT, perfis e escoras na construção do Departamento de Matemática pela SERCOL