SH Presente na VI Semana Pensando em Concreto da UFBA

Entre os dias 18 e 22 de Agosto de 2020 foi realizada a VI Semana Pensando em Concreto, um evento 100% online, conduzido pela Escola Politécnica da Universidade Federal da Bahia (UFBA) e transmitida via plataforma virtual disponibilizada pela organização do evento.

A VI Semana Pensando em Concreto teve por objetivo promover um importante debate sobre a tecnologia do concreto e a SH teve a sua participação no evento concedendo aos participantes uma palestra sobre “Formas de Alumínio para Paredes de Concreto’’ e um curso sobre “Boas Práticas na Execução de Paredes de Concreto. ’’, ministrados pelo Engº Thiago Fraga, Supervisor Técnico da SH Indústria.

Um dos pontos altos do evento foi o debate sobre as boas praticas em todo o sistema construtivo parede de concreto, apresentando cada ação necessária do inicio ao final da obra, para garantir os melhores resultados com o sistema. Já na palestra, o foco principal foi sobre as boas práticas na utilização das formas, agregando também o conhecimento necessário para os futuros profissionais que aplicarão esse sistema.

 “Foi muito bom contribuir com conhecimento para estudantes, profissionais e gestores sobre o sistema parede de concreto. O curso teve duração de 4 horas e nele foram abordados os conceitos e premissas de boas práticas na construção quando utilizado o sistema construtivo parede de concreto. Foram abordados temas como, vantagens de sua utilização, onde devemos focar para o futuro do sistema, norma NBR 16055, etapas de produção na estrutura e acabamento, fluxo de planejamento e produção, evitar patologias, concreto auto adensável, norma de desempenho 15575, etc.”, explicou Thiago Fraga, Supervisor Técnico da Unidade SH Indústria.

 

Desplacamento de cerâmica para parede de concreto: veja como evitar

Confira o que causa essa patologia e conheça dicas de como evitá-la!

Como o Brasil é um dos grandes consumidores de revestimentos cerâmicos do mundo, e podemos analisar uma amostragem maior de patologias oriundos desse tipo de material. Nosso país consome bastante os revestimentos cerâmicos, e há no mercado uma quantidade enorme de tipos que são caracterizados de acordo com a resistência, qualidade e durabilidade.

Escolher o material certo para cada tipo de solução é um desafio para as construtoras, ainda mais quando se trata de construções de habitações de baixa renda em sua maioria.  A má escolha aliada, ou não necessariamente, com o mau assentamento pode vir a ser um problema futuro no que se diz respeito ao desplacamento das peças.

O desplacamento de revestimento cerâmico na construção civil é considerado uma das patologias mais comuns e mais sérias. Geralmente, podem ser observadas quando a adesão entre os elementos do sistema não ocorre como o necessário, nesse caso, entre as placas cerâmicas, a argamassa e a parede. Como em outros aspectos construtivos essa patologia pode estar relacionada a um ou mais tipos de causas, segundo Bento (2010), provocadas por mais de uma variável. Veja abaixo o que fazer para evitar esse problema nessa tipologia de construção:

Preparo para a Aplicação:

Para a correta aplicação das cerâmicas, a fim de eliminar o risco de desplacamento, devem ser seguidas as seguintes orientações, tanto na superfície quanto no revestimento cerâmico e no preparo da argamassa.

Parede (Base):

A parede que irá receber os revestimentos cerâmicos deve estar com as seguintes características:

  • Limpa;
  • Livre de qualquer material estranho (poeira, óleo, tintas, etc);
  • Sem qualquer composição que possa impedir a boa aderência da argamassa;
  • Alinhada em todas as direções, já que a espessura da argamassa não é suficiente para alinhar a parede;

OBS: O desvio de planicidade da parede não pode ser superior a 3 mm a cada 2 metros medidos horizontalmente e verticalmente.

Na base, é preciso ter uma atenção especial antes da concretagem da parede. No momento da montagem das formas, ao aplicar o desmoldante o montador não pode aplicar quantidade exagerada do produto para mais nem para menos. Na SH orientamos que o valor médio de uso para essa aplicação seja de 130 ml por metro quadrado de forma (130ml/m²).

Revestimento Cerâmico:

As placas cerâmicas devem estar com as seguintes características:

  • Limpas;
  • Livres de qualquer material estranho (poeira, englobe pulverentos, partículas soltas, etc);
  • Sem qualquer composição que possa impedir a boa aderência da argamassa.

As placas cerâmicas só devem ser desembaladas momentos antes da sua utilização. Não retirar da embalagem e não deixar nas intemperes é uma providência importante para o bom adensamento da placa na sua base, nesse caso, a parede de concreto moldada in loco.

Argamassa Colante:

O preparo da argamassa colante deve cumprir às seguintes características:

  • Usar a quantidade de água indicada pelo fornecedor na mistura;
  • Misturar a argamassa até obter uma argamassa pastosa e aderente, sem grumos;
  • Para aplicar aditivos os fornecedores indicam o tempo em que a argamassa precisa ficar em repouso até ser novamente reamassada;
  • Usar a argamassa somente até duas horas e meia após o preparo. Depois desse tempo, descartar a argamassa;
  • O preparo deve ser feito em um ambiente protegido do sol, da chuva e do vento.

Para uma boa aderência das placas cerâmicas é indicado examinar em qual ambiente o revestimento cerâmico estará, e a quais intempéries. Há no mercado vários tipos com diferentes características mecânicas e químicas, cada um para uma aplicação diferente. Compre a argamassa colante certa e com qualidade. O custo do retrabalho é maior do que o investimento inicial em um produto de qualidade e para o ambiente adequado.

Como funciona a aplicação:

Após seguir as orientações no preparo da base, da peça cerâmica e na preparação da argamassa, é preciso seguir os passos abaixo no momento da aplicação:

Estrutura:

  • Garantir que as instalações elétricas e hidráulicas estejam devidamente posicionadas e funcionais de acordo com o projeto;
  • Garantir que a limpeza da base esteja de acordo com as orientações informadas no preparo para aplicação;
  • Garantir que janelas e portas já estejam instaladas na unidade habitacional;
  • Garantir que tenha no mínimo 21 dias após a concretagem, sendo desejáveis 28 dias;
  • Garantir que as paredes estejam alinhadas e no prumo de acordo com as orientações informadas no preparo para aplicação;

Peça cerâmica:

  • Usar peças de guia para o assentamento de todas as cerâmicas no cômodo. Para isso será necessário esticar uma linha entre as peças que devem ser posicionadas nas extremidades da parede a ser assentada, conforme imagem abaixo;
Fonte: NBR 13754
Fonte: NBR 13754
  • Garantir que as peças guias estejam no mesmo nível e no prumo;
  • Emassar um metro quadrado (1m²) na base aplicando a argamassa colante com a parte lisa da desempenadeira, e após, passar novamente a desempenadeira com a parte dentada;
  • Aplicar a argamassa colante na peça cerâmica primeiro com a parte lisa da desempenadeira, e após, utilizar a parte dentada, conforme a orientação acima. Porém, no momento da colagem, o traçado da massa na peça deve estar perpendicular ao traçado da base, garantindo assim uma dupla colagem com traçado amarrado;
Foto do próprio autor - Desplacamento causado por falta da dupla colagem
Foto do próprio autor – Desplacamento causado por falta da dupla colagem
  • Nunca utilizar a argamassa vencida, de acordo com as orientações informadas no preparo para aplicação;
Argamassa Vencida
  • Seguir o preparado da massa de acordo com o informado pelo fabricante;
  • Usar a desempenadeira correta para a dimensão da placa cerâmica;
Fonte: NBR 13754
Fonte: NBR 13754

Dessa forma, quando utilizado os critérios da norma NBR 13754 aliados ao preparo e seguindo os passos de aplicação, o resultado tende a ser satisfatório, amenizando e eliminando o risco de desplacamento, que é um problema que acontece em todos os sistemas construtivos.

Contribuição Técnica:

Thiago Fraga, Supervisor Técnico da SH Indústria.

Quer saber mais sobre como evitar essa e outras patologias? Entre em contato com a nossa equipe pelo sac@sh.com.br ou no 0800 899 8903.