SH PARTICIPA DA FINNEC 2019 – FEIRA DA CONSTRUÇÃO NORTE/NORDESTE

SH marcou presença na Feira da Construção Norte/Nordeste (FINNEC) com equipamentos para locação, como: formas, andaimes e escoramentos e para venda do sistema de paredes de concreto.  A primeira edição do evento aconteceu entre os dias 23 e 25 de outubro, na Arena Fonte Nova – Salvador – BA.

A Bahia ocupa o posto de 7ª maior economia do Brasil, sendo responsável por 36% do PIB do Nordeste, além de estar em primeiro lugar na geração de empregos do Nordeste.

Cerca de 100 expositores, de diversos segmentos da Construção Civi, apresentaram novidades tendências do mercado para cerca de 10 mil visitantes.

imagem 1

Na avaliação dos organizadores, a Feira foi um sucesso de público, e promoveu a integração da indústria, comércio e serviços da construção com engenheiros, arquitetos, construtores, profissionais especializados, não apenas da Bahia, mas de todo Norte e Nordeste.

O estand da SH foi marcado por novidadesmuita inovação e melhorias para o setor!

Quem passou por lá teve a oportunidade de conferir equipamentos e soluções em formas, andaimes e escoramentos.


-LumiDeck SH e  LumiUp SH: Sistemas desenvolvidos a partir do  Lumiform SH®,  um sistema de formas para concreto, composto por painéis fabricado com perfis especiais de alumínio e forrados com placas de alumínio. Além de duráveis e leves, os painéis não possuem rebites, emendas ou marcas na face que faz contato com o concreto. Pode ser aplicado nos mais variados tipos de projetos, como construção de casas, sobrados e edifícios, com qualidade e ganhos significativos de produtividade. Os novos sistemas LumiDeck SH e  LumiUp SH prometem levar ainda mais agilidade, produtividade e segurança em obra aos empreendimentos em paredes de concreto na América do Sul!

-Sistema de Segurança Versão 2019: O novo sistema possibilita a montagem e a desmontagem das formas externas com espaço amplo para trabalho em altura, grades remodeladas com vãos menores e dispensando o uso de andaimes do tipo fachadeiro.

imagem 2

– Forma para paredes, pilares e vigas em concreto –  Concreform SH®: Composto por painéis em chassis de aço galvanizado forrados com compensado plastificado, conectados com apenas três grampos que os unem e alinham simultaneamente, dispensando perfis extras. Leve e ao mesmo tempo rígido, pode ser movimentado manualmente ou com auxílio de grua.

– Balanço sucessivo (Maquete): O Balanço Sucessivo, ou balanço progressivo, e o método de execução de pontes e viadutos que cada vez mais prevalece. Especialmente para vãos grandes e em pontes estaiadas este método permite execução rápida com baixo custo.

-Formas para Barreiras de Concreto New Jersey SH: Sistema de formas para barreiras de concreto conforme norma DNIT, fabricado em painéis de alumínio com a tecnologia Lumiform SH®.

Escoras Metálicas SH®: A facilidade na montagem das escoras metálicas da SH e a menor densidade no escoramento devido à alta capacidade de carga a compressão (até 25kN), reduz substancialmente a mão-de-obra, além de eliminar os pontaletes de madeira no escoramento.

– Andaimes Fachadeiro® SH: Ideal para serviços de fachada, permite a livre passagem de operários pelas plataformas.Possui guarda-corpo em toda extensão e escada de acesso para os diversos níveis de plataformas, posicionadas a cada 2 metros, e dimensionadas para uma carga de 200 kg/m2. Os quadros são enrijecidos por consoles somente na parte superior, permitindo a livre passagem dos operários pelas plataformas.

– Torre de Carga LTT: Permite a montagem de torres com modulações de 0,75 X 1,25m a 1,00 X 2,50m para carga de até 12 toneladas em qualquer altura. Carga admissível: cada poste da torre suporta até 3 toneladas.
Aplicação: Obras industriais, comerciais, residenciais, pontes e viadutos.

No segundo dia da FINNEC, o estand SH abriu as portas para um Happy Hour. Aproveitamos a ocasião e perguntamos aos nossos clientes e parceiros como eles enxergam o mercado para o próximo ano, o setor já está dando sinal de melhoras e já é possível perceber o otimismo por parte dos empresários da ramo. Confira:

A Participação na FINNEC 2019 foi um importante esforço da empresa para seguir próxima de seus clientes e do mercado. Oferecemos sempre as melhores soluções de engenharia, conte com a gente!

#EuEscolhoASH

#SH50Anos

SH investe no mercado de PE – Folha de Pernambuco

Empresa é especialista no fornecimento de materiais para a construção civil
11/08/2014 09:51 – Isabela Alves, da Folha de Pernambuco

Referência no mercado da construção civil, a SH está completando 45 anos este mês. Além da matriz, que fica no Rio de Janeiro, a empresa ainda tem 11 filiais espalhadas por todo o Brasil, sendo três delas localizadas no Nordeste: Pernambuco, Ceará e Bahia, que, juntas, são responsáveis por 22% do faturamento total da empresa. A unidade pernambucana está instalada no município de Igarassu, na Região Metropolitana do Recife (RMR), e chegou há apenas seis anos. Entretanto, apesar de ser uma unidade relativamente nova no mercado do setor, atualmente, a filial do Estado é a maior unidade do País em termos de estoque e faturamento, segundo o gerente Isaac Magalhães.

A empresa é especialista no fornecimento de formas para concreto, andaimes e escoramentos metálicos. “Não foi uma surpresa para nós, visto que, em 2010, houve um boom no setor. Foi quando percebemos que Pernambuco seria um mercado de sucesso”, relatou. Em 2013, o faturamento do Estado chegou a, aproximadamente, R$ 8 milhões, sendo o maior do Brasil. A estimativa, este ano, é de que haja um crescimento de 10% na unidade nordestina. A SH tem como foco a infraestrutura, setor que representa 60% do faturamento do negócio localmente. A empresa também trabalha realizando projetos de construção residencial, que representam 10%, deixando os outros 30% para o segmento da indústria.

Entre as obras que a SH já participou e que já foram concluídas estão a Arena Pernambuco. Atualmente, a unidade de Igarassu trabalha em projetos nas cidades de Petrolina, no Sertão, e de Caruaru, no Agreste do Estado. “Temos muita expectativa de obras em Petrolina, onde o investimento está sendo maior”, destacou Magalhães. Em Caruaru, as obras são voltadas para reservatórios de água e para o setor residencial.

folhadepernambuco_economia_agosto_2014

Fonte: http://www.folhape.com.br/cms/opencms/folhape/pt/economia/noticias/arqs/2014/08/0129.html

SH festeja 45 anos de atuação – Construtores em Revista.

clipping_revista_construtores_45anossh_junho_2014

Companhia fechou 2013 com um faturamento superior a R$245 milhões e a perspectiva para 2014 é crescer mais 30%.

SH comemorou, em maio, 45 anos de atuação no segmento de sistemas para locação e venda por meio de 11 unidades instaladas estrategicamente em nove estados (São Paulo, Ceará, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Distrito Federal, Pernambuco, Paraná, Espírito Santo e bahia). A empresa já participou de mais de 800 obras pelo País como metrôs, barragens aeroportos, viadutos e usinas hidrelétricas, complexos industriais e comerciais como shopping centers e hotéris, além de edifícios residenciais e habitações de interesse popular.

SH ganhou por 15 vezes seguidas o Prêmio PINI – Melhores da Construção nas categorias Escoramento Metálico e Fôrma Metálica. Considerado o mais prestigiado entre as empresas do construbusiness, foi criado em 1995 para fazer um ranking dos melhores fornecedores da indústria da construção civil brasileira.

Hoje, a empresa conta com um sistema de logística que planeja e controla o fluxo e armazenagem dos equipamentos, reduzindo significativamente o tempo requerido para o atendimento, além de disponibilizar aos seus clientes um serviço de consulta ao contrato via internet – o “SH online”, que oferece confiabilidade e segurança aos contratantes dos seus equipamentos.

No ano passado, a empresa viu seu faturamento aumentar em 20%. A SH fechou 2013 com ganho superior a R$ 245 milhões e a perspectiva para 2014 é crescer mais 30%. Para o diretor de Negócios da SHMarcelo Milech, este crescimento só foi possível porque a empresa se adiantou à demanda do mercado e desenvolveu equipamentos específicos para atender as obras de infraestrutura e de habitações econômicas do programa “Minha Casa Minha Vida”.

A empresa fez o desenvolvimento e o lançamento de mais de dez novos produtos nos últimos 4 anos, capacitou suas equipes e contratou novos profissionais técnicos com experiência em obras pesadas”, explica Milech. A SH já atendia grandes obras, mas agora conta com diretoria específica para este mercado, com atendimento especializado, soluções técnicas específicas e equipamentos diferenciados. 

Fonte: http://www.calameo.com/read/0001392877668df3e033a

SH na Coluna People S/A da ICnews.

Gerson Rocha, gerente da SH no Paraná, empresa líder no fornecimento de formas para concreto, andaimes e escoramentos metálicos no Brasil, comemorou na última semana, junto de sua equipe, com jantar na KF Grill, os resultados do último ano. A empresa fechou 2013 com um faturamento superior a R$ 245 milhões, dos quais aproximadamente R$ 20,5 milhões foram obtidos pela unidade da empresa no Paraná, que atende também o estado de Santa Catarina. Hoje, o setor corresponde por cerca de 8% do Produto Interno Bruto, impulsionado, principalmente, pelas obras para a Copa do Mundo 2014, as Olimpíadas de 2016, o PAC 2 (Programa de Aceleração do Crescimento) e o programa Minha Casa Minha Vida. Em conversa com a People S/A, o executivo anunciou que até 2018, devem ser iniciados projetos com valor estimado de R$ 1,19 trilhão, principalmente na infraestrutura. Para ele a região Sul apresenta uma conjuntura de fatores econômicos e logísticos positivos, que tem atraído investimentos constantes.

Fonte: http://www.icnews.com.br/2014.05.09/negocios/people-sa-6/

clipping_colunapeoplesa_gersonrocha_45anossh_cwb_maio_2014

SH cresce no mercado de MG com obras de infraestrutura.

SH cresce no mercado de MG com obras de infraestrutura.
Com faturamento superior a R$ 245 milhões em 2013, cerca de R$ 12,5 milhões são de Minas.
Jornal O Tempo – Minas S/A

PUBLICADO EM 23/04/14 – 03h00
HELENICE LAGUARDIA

No aeroporto de Confins, a SH Formas, Andaimes e Escoramentos está em todo o projeto de ampliação; em Belo Horizonte, a empresa participou da construção do BRT, da Linha Verde, na obra de tratamento de esgoto do rio Arrudas e do Onça e várias outras de infraestrutura, além dos contratos com a Direcional, a MRV e a Patrimar. “Minas é um dos principais mercados para a SH. É fundamental”, diz o gerente da empresa no Estado, Wellington Morgan, diante da participação de 7% do Estado no faturamento da empresa, com sede no Rio de Janeiro. 

Com faturamento superior a R$ 245 milhões em 2013 no país, sendo cerca de R$ 12,5 milhões em Minas Gerais, Morgan diz que o mercado para a SH cresceu 20% em comparação com 2012. “Houve uma grande mudança no cenário de locação dos equipamentos, tivemos um ganho maior na obra de infraestrutura e um declínio nas obras residenciais”, conta. Com isso, a empresa está investindo cerca de R$ 30 milhões neste ano para atender o nicho de mercado voltado para obras de infraestrutura”, afirma o engenheiro.

Em Vespasiano (MG), a SH tem um depósito de 27 mil m². “Lá nós administramos cerca de 6.000 toneladas de equipamentos”, conta Morgan. Dentre eles, estão as formas de alumínio usadas em construções. “Elas dão uma velocidade de construção absurda, de um ciclo de um apartamento pronto a cada sete dias”, calcula. Sem essa forma, feita na fábrica de Campo Grande (RJ), a construção demoraria até 60 dias. “Esse é um processo de semi-industrialização da construção civil, você não fica no artesanato, é para poder ter velocidade na execução, ganhar na produtividade do processo”, informa Morgan.

A forma tem uma vida útil de mil utilizações. “Tudo depende da maneira como foi manuseado”, informa. O peso da forma é de 17,75 kg por m². “Tem que ser isso, porque senão inviabiliza a obra”, explica*.

Nos anos anteriores, Morgan conta que o faturamento em BH era voltado para obras residenciais. Em 2013, concentrou-se na área de infraestrutura. “O mercado de infraestrutura foi maior em 2013 do que o de obra residencial. Isso foi nítido no mercado mineiro, houve uma freada busca no orçamento de novos investimentos na área residencial das classes A, B e C”.

Empresa já fez mais de 800 obras

SH disponibiliza, há 45 anos, sistemas para locação e venda por meio de 11 unidades instaladas em nove Estados – São Paulo, Ceará, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Distrito Federal, Pernambuco, Paraná, Espírito Santo e Bahia. A empresa já participou de mais de 800 obras pelo país.

Participamos de obras como a do corredor do BRT da Cristiano Machado, complexo viário do Betânia e Tereza Cristina, e das ampliações do aeroporto de Confins”, enumera o gerente da empresa em Minas Gerais, Wellington Morgan, em relação às construções em Belo Horizonte e região.

clipping_jornalotempo_resultadobhz_minassa_abril_2014_2
Concorrência com produto coreano não assusta


As formas coreanas que já têm sido importadas, inclusive pela Direcional Engenharia, um dos principais clientes da SH Formas, Andaimes e Escoramentos Ltda, não assustam e nem representam ameaça aos negócios da empresa brasileira. 

A gerente de marketing da SHSamanta Costelha, diz que não é só uma questão de fornecer o equipamento. De acordo com Costelha, o produto externo não tem uma assistência técnica e nem manutenção. “A SH se diferencia no mercado justamente por isso, é uma solução em engenharia, acompanhamos os projetos. As coreanas não têm isso, não dão apoio”, explica Costelha.

O gerente da SH em Minas Gerais, Wellington Morgan, explica que o produto de fora não faz acompanhamento de serviço. “A SH não é uma locadora, é uma empresa realmente de consultoria na área de engenharia, vamos aonde a obra está, atendendo todo o Brasil”, afirma Morgan.

clipping_jornalotempo_resultadobhz_minassa_abril_2014_3 

Fonte: http://www.otempo.com.br/capa/economia/sh-cresce-no-mercado-de-mg-com-obras-de-infraestrutura-1.827067
 

Construção. SH no jornal O GLOBO – RJ.

SH, de aluguel e venda de formas e andaimes para o setor de construção civil, vai investir R$ 30 milhões em equipamentos este ano. A empresa encerrou 2013 com R$ 245 milhões em faturamento, expansão de 20% sobre o ano anterior. Para 2014, a previsão é crescer 30%.

Nota na coluna Negócio & Cia, do jornal O Globo, no dia 13 de março de 2014.

clipping_nota_oglobo_marco_2014_1

clipping_nota_oglobo_marco_2014_2

SH cresce 20% em 2013.

SH, uma das principais fornecedoras de formas para concreto e escoramentos metálicos no mercado Brasileiro, fechou 2013 com um faturamento superior a R$ 245 milhões, o que representou um crescimento de 20% em relação a 2012. Para 2014, a expectativa da empresa é crescer mais 30%.

Para o Diretor de Negócios da SHMarcelo Milech, este crescimento só foi possível porque a empresa se adiantou a demanda do mercado, e desenvolveu equipamentos específicos para atender as obras de infraestrutura e de habitações econômicas do programa Minha Casa Minha Vida. “A empresa fez o desenvolvimento e o lançamento de mais de dez novos produtos, nos últimos 4 anos, capacitou suas equipes e contratou novos profissionais técnicos com experiência em obras pesadas”, explica Milech.

SH já atendia grandes obras, mas agora conta com uma Diretoria específica para este mercado, com atendimento especializado, soluções técnicas específicas e de equipamentos diferenciados.

 clipping_grandes_construcoes_shcresce_fevereiro_2014
Fonte: http://www.grandesconstrucoes.com.br/br/index.php?option=com_conteudo&task=viewMateria&id=1398

Faturamento – Diário do Nordeste.

Impulsionado por obras da Copa e do Minha Casa, Minha Vida, o setor da construção civil segue aquecido no Ceará, favorecendo as empresas do setor, a exemplo da SH, que viu seu faturamento crescer 20% em 2013, alcançando R$ 245 milhões, sendo R$ 13,6 milhões obtidos pela unidade da empresa no Ceará.

Nota do Caderno de Negócios do Diário de Nordeste – Fevereiro 2014


clipping_nota_faturamento_diariodonordeste_fevereiro_2014
http://diariodonordeste.verdesmares.com.br/cadernos/negocios/coluna/stand-1.214/materia-1.811664

SH cresce 20% em 2013.

O crescimento do mercado de construção civil é notável. Hoje, o setor corresponde por cerca de 8% do Produto Interno Bruto, impulsionado, principalmente, pelas obras para a Copa do Mundo 2014, as Olimpíadas de 2016, o PAC 2 (Programa de Aceleração do Crescimento) e o programa Minha Casa Minha Vida. Até 2018, devem ser iniciados, estar em andamento ou ser concluídos projetos com valor estimado de R$ 1,19 trilhão, principalmente na infraestrutura. São aproximadamente 8.300 obras e projetos nos 26 Estados e o Distrito Federal. Os dados são da pesquisa Principais Investimentos em Infraestrutura no Brasil, publicada em novembro do ano passado pela Sobratema – Associação Brasileira de Tecnologia para Construção e Mineração.

Atendendo a demanda dessas obras, empresas como a SH, líder no fornecimento de formas para concreto e escoramentos metálicos, viu seu faturamento aumentar em 20%. A empresa fechou 2013 com um faturamento superior a R$ 245 milhões, e a perspectiva para 2014 é crescer mais 30%. Para o Diretor de Negócios da SHMarcelo Milech, este crescimento só foi possível porque a empresa se adiantou a demanda do mercado, e desenvolveu equipamentos específicos para atender as obras de infraestrutura e de habitações econômicas do programa Minha Casa Minha Vida. “A empresa fez o desenvolvimento e o lançamento de mais de dez novos produtos, nos últimos 4 anos, capacitou suas equipes e contratou novos profissionais técnicos com experiência em obras pesadas”, explica Milech.

A empresa já atendia grandes obras, mas agora conta com uma Diretoria específica para este mercado, que provê atendimento especializado, soluções técnicas específicas e de equipamentos diferenciados.

Revista Construtores • http://www.revistaconstrutores.com.br/

clipping_crescimento_revista_construtores_fevereiro_14

Unidade baiana da SH fatura R$ 22,5mi.

SH, líder no fornecimento de formas para concreto e escoramentos metálicos, viu seu faturamento aumentar em 20%. A empresa fechou 2013 com um faturamento superior a R$ 245 milhões, dos quais aproximadamente R$ 22,5 milhões foram obtidos pela unidade da empresa na Bahia. Para o Diretor de Negócios da SHMarcelo Milech, este crescimento só foi possível porque a empresa se adiantou à demanda do mercado, e desenvolveu equipamentos específicos para atender as obras de infraestrutura e de habitações econômicas do programa Minha Casa, Minha Vida. “A empresa dez o desenvolvimento e o laançamento de mais de dez novos produtos, nos últimos 4 anos, capacitou suas equipes e cobntratou novos profissionais técnicos com experiência em obras pesadas“, explica Milech.

clipping_tribuna_ba_janeiro_14
Jornal Tribuna da Bahia solta nota sobre o expressivo faturamento da Unidade baiana da SH.
Por Gerson Brasil.