Novo empreendimento do grupo Laghetto beneficia turismo em Gramado

A cidade de Gramado, situada na serra do Rio Grande do Sul, é uma região conhecida por abrigar turistas do Brasil inteiro. Por conta disso, a rede hoteleira da região tem recebido, constantemente, investimentos. Como é o caso do grupo Laghetto que já é o maior da cidade e logo estará contando com mais uma unidade . Com o objetivo de ampliar ainda mais a capacidade do seu grupo, o hotel  receberá duas torres compostas por dois subsolos mais quatro pavimentos cada e esta situada na principal avenida de gramado, a Av. Borges de Medeiros. A obra é da construtora Athiva Brasil de Novo Hamburgo, RS e  está localizada a 120 km de Porto Alegre.

20_20160823095056

Um dos desafios propostos à SH, empresa que forneceu os equipamentos de acesso e escoramentos para a obra,  era desenvolver um projeto de andaime em balanço em toda sua periferia, já que não poderia haver interferências na lojas do térreo, pois a ideia é realizar a entrega destas antes do termino da obra.  Assim, a equipe da locadora propôs a utilização do Andaime Fachadeiro 105 SH ® que  é formado por quadros, piso metálico com 100cm de largura, travas para os quadros e piso, alçapão com escada, e todos acessórios necessários para uma montagem completa, equipamentos estes que estão fornecendo praticidade e agilidade na execução da obra.

Além disso, o diferencial nesta obra foram os estudos realizados pelo departamento de projetos em parceria com a equipe de assistência técnica  a fim de garantir total segurança e satisfação do cliente na obra. ” Para a implementação do andaime fachadeiro, foi feito um estudo bem detalhado, devido aos trechos em balanço e de outros apoiados em diversos níveis da obra“, conta Eduardo Vizzotto, assistente técnico da SH. Para garantir a montagem correta e segura do equipamento, a equipe da SH acompanhou de perto o trabalho dos funcionários da obra e realiza periodicamente visitas para o acompanhamento.

Outro estudo realizado pela equipe SH, foi um reescoramento de um trecho do térreo com torres LTT extra que primeiramente foi utilizado para a troca de uma grua em obra e agora é utilizado para receber caminhões de carga em obra e não prejudicar o transito.

A obra está em andamento e tem previsão de termino em março de 2017.

Andaime Fachadeiro e Fachadeiro 105 qual a diferença?

Contribuição técnica de Michael Rock, Diretor técnico da SH

Saiba quais são diferenças básicas dos modelos de andaimes  fachadeiros

O Andaime Fachadeiro ®SH foi desenvolvido nos anos 80, buscando melhoria de segurança em relação aos andaimes existentes na época, com simplicidade de montagem e baixo custo.

 Características básicas:

  • Quadros com 2,00m de altura e 1,00m de largura, montados a cada 2,50m. Alguns quadros tem a escada incorporada, fornecendo acesso seguro sem peças adicionais aos outros níveis;
  • No vão entre os quadros tem plataformas, que permitem forração em madeira com vãos menores que 70cm. Assim, pode ser usada tábua com espessura menor, sem grandes deformações, como tinha em andaimes sem esta plataforma de aço;
  • O uso de madeira do cliente para forração do piso e para os rodapés atende a demanda de custo baixo e flexibilidade;
  • O guarda-corpo horizontal é mais seguro do que os travamentos em X usados em outros sistemas, e o Fachadeiro® tem diagonais para garantir a estabilidade.

    andaim-fachadero
    Fachadeiro®SH

O Andaime Fachadeiro® 105 SH já tem algumas características diferentes. Apesar de ser fabricado conforme as normas europeias, muitas diferenças só são percebidas ao olhar bem atentamente.

Os quadros não são fechados na parte inferior, com isto, a passagem ao longo do andaime é facilitada, já que não existem as travessas inferiores que podem atrapalhar a movimentação de carrinhos de mão, por exemplo.

  • As espigas são soldadas nos quadros e, para travar um quadro com outro, basta um pino. Este pino tem geometria que impede a saída acidental, sem necessidade de ferramenta para a colocação;
  • Não há plataforma, o elemento horizontal entre os quadros é diretamente o Multipiso. O Multipiso já possui trava para evitar que se solte dos quadros;
  • O acesso é feito por meio de alçapão com escada, que pode ser deslocado quando necessário sem prejudicar a movimentação;
  • Tem rodapé metálico com encaixe simples, e um guarda-corpo de fechamento lateral, reduzindo  a necessidade de complemento em madeira.

O Fachadeiro®SH tradicional é uma solução econômica, comprovado em 30 anos de uso, indicado para situações onde a colocação de madeira não é problemática, enquanto o Fachadeiro® 105 SH é um sistema  conhecido pela facilidade de montagem e por ser ainda mais adequado para as exigências  de segurança, que são cada vez maiores.

andai-mefachadeiro
Fachadeiro® 105 SH

Quer saber mais sobre os andaimes da SH? Acesse aqui!

Andaime fachadeiro é destaque em obra em Porto Alegre

Equipamento contribui para cumprimento de normas regularizadoras na região

Em qualquer obra existem rigorosas normas de segurança. Não cumpri-las pode acarretar sérios acidentes e atrasos no planejamento de execução. Pensando nisso, a Goldsztein Cyrela redobrou os cuidados na obra do Duo Concept Office, em Porto Alegre- RS. A construtora trabalha na execução de um complexo comercial e hotel da rede Intercity compreendidos em 3486 m² de uma movimentada região da capital. São duas torres com 21 pavimentos, cada uma com cerca de 50 metros de altura em sua projeção de pavimento tipo.

No sul, além de todas as diretrizes da NR18, a fiscalização local (DRT) não autoriza a utilização de andaimes com pisos e rodapés em madeira, por isso, a solução ideal seria andaimes totalmente metálicos, como o Fachadeiro 105 SH ®.

O andaime Fachadeiro 105 SH ® está sendo utilizado para envelopamento e proteção periférica e é ideal para serviços de fachada. Contém guarda-corpo em toda extensão e escada de acesso para os diversos níveis de plataformas, posicionadas a cada 2 metros, e dimensionadas para uma carga de 200 kg/m2. Os quadros são enrijecidos por consoles somente na parte superior, permitindo a livre passagem dos operários pelas plataformas.

DSC05114 (3684 x 2448)

Diego Andrade, supervisor de contrato da SH, explica como o equipamento tem se mostrado uma importante solução na obra: “Por conta das normas da DRT aqui no Rio Grande do Sul, a utilização do fachadeiro é fundamental para a execução de uma obra em altura, substituindo, por vezes, a utilização de linha de vida e das bandejas. O Fachadeiro 105 SH ®, na Duo Concept,  faz o envelopamento de todo o prédio. O equipamento tem modulação de dois metros de altura, tornando possível a execução do reboco e acabamentos na parte externa de toda a edificação. O andaime também é  responsável pela segurança dos operadores que nele trabalham”. 

A obra teve início em novembro de 2014 e a previsão é que o Duo Concept fique pronto em fevereiro de 2016.

Para saber mais sobre essas e outras soluções que a SH oferece, acesse:https://www.sh.com.br/solucoes 

Andaimes: tipos, usos e cuidados

Contribuição técnica de Franco Menegat, Leonardo Cardoso, Leonardo Oliveira, Fernando Martins e Kléber Bittencourt.

A evolução da fabricação e montagem de andaimes permitiu garantir maior eficiência nos canteiros de obras, aumentando o cuidado e preocupação do setor com a segurança dos operários e da obra. Mesmo assim, a utilização de andaimes deve ser acompanhada de perto pelo engenheiro responsável da obra, pois os andaimes evidenciam a necessidade de maior cautela tanto na montagem como na sua utilização por parte dos trabalhadores.

Fachadeiroleo (2)

Andaime é uma estrutura montada, de caráter provisório, usada para sustentar os trabalhadores para execução de serviços em locais de grande altura com a utilização de ferramentas e equipamentos, facilitando a construção ou o reparo da obra.

Para que esteja apto ao uso, os andaimes devem passar por todos os testes de Inspeção de Qualidade. Desde o momento em que os tubos de aço chegam para o corte, passando pela pintura reveladora, até a pintura final do produto.

Em linhas gerais, andaime é o nome dado a uma estrutura provisória que permite o acesso às estruturas de uma obra e que pode permitir a execução de diversas atividades. Há muitos tipos de andaimes utilizados no mercado, porém apenas três são os mais usuais: o fachadeiro, o multi-direcional e o tubular. Devido à escassez e a falta de qualidade da madeira, hoje em dia se fabrica de aço em larga escala. Isso garante maior eficiência nos canteiros de obras.

O andaime fachadeiro é constituído de torres montáveis que formam paginações variadas que cobrem pequenas e grandes fachadas, permitindo executar tarefas de construção, acabamento e reparo das edificações;

O multi-direcional é formado por peças de encaixes diretos e precisos, permitindo a criação de formatos e paginações variadas, dando mais agilidade na montagem e é largamente utilizado nas áreas industriais. Em determinados casos é utilizado como escoramento de estruturas;

O sistema tubular é obtido através da junção de tubos metálicos com braçadeiras permitindo criar geometrias específicas de acordo com o local a ser utilizado. É muito utilizado nas áreas industriais e de difícil acesso, pois se adequa facilmente às interferências e obstáculos. Serve também para escoramentos especiais, para complementar e/ou travar os demais sistemas;

Todos os sistemas de montagem devem obedecer às especificações da Norma Reguladora de Segurança nº 18 – Condições e Meio Ambiente de Trabalho na Indústria da Construção e da NBR-6494 Segurança em Andaimes, tais como:

 • Serem dotados de travamentos que impeçam os desencaixes acidentais das peças, guarda-corpos e rodapés;

 • Serem travados/ancorados e/ou estaiados na medida em que se aumenta a altura e o comprimento do andaime, de forma a não comprometer a estabilidade;

 • Ter a cada 2,00 (dois) metros de altura uma plataforma de trabalho, cujo acesso se faz através de escadas internas, por meio de alçapões ou vazados nos pisos. A forração deve ser total e que impeça a queda de pessoas e/ou objetos;

 • A montagem/desmontagem das estruturas deve ser realizada por equipe devidamente treinada e supervisionada por profissional legalmente habilitado.  

Vale lembrar: “Na hora da montagem, instalação e uso é imprescindível verificar se o ambiente no qual o andaime será montado está adequado ao uso por uma questão de segurança, pois é obrigatório que o andaime seja montado no prumo e com suas bases niveladas; não se deve ultrapassar o limite do peso estipulado pelo fabricante; respeitar as condições climáticas, evitando assim o uso em dias de muito frio ou chuva; ter pessoal capacitado para trabalhar sobre os andaimes, inclusive com todos EPIs de trabalho e ao nível de segurança exigido; verificar se as rodas dos equipamentos estão travadas”. (site: Metalica)

http://wwwo.metalica.com.br/o-uso-de-andaimes-na-construcao-civil

 

Modex (2)

Tipos de Andaimes oferecidos pela SH

FACHADEIRO®
O andaime FACHADEIRO® é um andaime composto por quadros e plataformas, dimensionado para uma carga admissível de trabalho de 200kg/m² nas plataformas, a qual poderá ser coberta e forrada por plataforma de madeira e a capacidade máxima por poste é de 17 kN. O fechamento do módulo(2,50 m x 2,00 m), se dá pelo encaixe dos Guarda-corpos e Diagonais. Seus encaixes são feitos através de berimbelas que são fixas no quadro.

FACHADEIRO 105

O andaime FACHADEIRO® 105 é um andaime composto por quadros e pisos metálicos, dimensionado para uma carga admissível de trabalho de 200kg/m² nas plataformas e a carga máxima de 20 kN por poste. O fechamento do módulo(2,50 m x 2,00 m), se dá pelo encaixe do Piso Metálico, complementando a estrutura para acesso e trabalho com Guarda-corpos e Diagonais. Seus encaixes são feitos através de berimbelas que são fixas no quadro.

ANDAIME MODEX
O sistema Modex ® é um sistema que permite a sua utilização em quase todas as realidades onde é necessária a utilização de andaimes e escoramento. Ele permite sua adequação nas mais diversas geometrias pois suas travessas e postes tem variações de 50 em 50 cm. Seu sistema de cunha, permite alto rendimento e simplicidade na montagem de seus equipamentos, formando sem dificuldade ângulos retos e outras formas. Pode ser usado em qualquer aplicação, como módulos de andaime(Base fixa ou com rodízios) ou proteção de periferia, etc. Sua capacidade máxima por poste é de 45 KN, dependendo das distância entre travessas e sua plataforma poderá ser feita com piso metálico ou madeira, de acordo com a necessidade do cliente.

ANDAIME TUBULAR
O andaime tubular é composto por tubo e braçadeira, o que proporciona a montagem de qualquer modulação. O tubo 48 possui alta resistência, quando composto por tubos como travessas e diagonais, sendo devidamente dimensionadas, resulta em um andaime possível de adequar a qualquer situação.

fachadeiro2

FACHADEIRO 105 e FACHADEIRO FS para envelopamento de obras e prédio em reformas

Plantas – Projeto de andaime fachadeiro

A edição de fevereiro da revista Téchne falou sobre projetos de andaime fachadeiro e, para isso, contou com o suporte técnico do supervisor de projetos da SH, Franco Menegat. Confira a reportagem de Renato Faria

Desenhos indicam disposição das plataformas de trabalho na periferia do edifício, esquema de montagem das peças e pontos de fixação do equipamento na fachada

Os andaimes fachadeiros são equipamentos que permitem o acesso dos trabalhadores às fachadas das edificações. Normalmente, esses equipamentos são modulares, ou seja, são compostos por pequenas estruturas padronizadas, montadas com as mesmas peças. No caso do projeto mostrado nessa matéria, cada módulo típico tem 2,5 m de comprimento, 2 m de altura e 1,05 m de largura e é formado por quadros metálicos, pisos, guarda-corpos e diagonais de contraventamento. Esses módulos se encaixam lado a lado e um sobre o outro, compondo um padrão repetitivo que forma estruturas de tamanhos variados.

O projeto costuma ser produzido pelo fornecedor do equipamento, a partir dos desenhos do projeto estrutural e de arquitetura. Quando necessário, um assistente técnico visita pessoalmente a obra para identificar possíveis interferências não visíveis nos desenhos e adequar o projeto dos andaimes. Vale lembrar que, conforme a Norma Regulamentadora nº18 (NR-18) – Condições e Meio Ambiente de Trabalho na Indústria da Construção, o dimensionamento do equipamento deve ser realizado por profissional legalmente habilitado e os projetos devem ser acompanhados pela respectiva Anotação de Responsabilidade Técnica (ART).

pgto1 (3145 x 2166)

pgto2 (3204 x 2181)

pgto3 (3474 x 1399)