Fôrmas deslizantes e assistência técnica foram decisivas na UHE Salto Curucaca

A SH forneceu os equipamentos e manteve uma equipe de prontidão no local durante as etapas de deslizamento, que não podem ser interrompidas

Na cidade de Guarapuava, no Paraná, está sendo feita a ampliação da capacidade de geração da Usina Hidrelétrica Salto Curucaca, localizada no Rio Jordão para gerar cerca de 37MW, com a implantação de duas turbinas tipo Francês. Iniciada no mês de janeiro de 2015, a obra teve as etapas de deslizamento concluídas no final de julho e atualmente são executados os trechos em concreto armado.

O Consórcio Dalba – Guaraenge, responsável pelo empreendimento, optou pelo sistema de fôrmas deslizantes para obter um bom acabamento das paredes, tarefa que foi possível graças à utilização de andaimes telescópicos posicionados de maneira que os colaboradores pudessem dar um bom acabamento.

DESAFIO

As características do local impuseram desafios logísticos e técnicos, a começar pela dificuldade de viabilizar o sistema de fôrmas deslizantes, soluções para fôrmas trepantes, escoramentos e estruturas de acesso. A concretagem não poderia ser interrompida e os níveis de produtividade eram altos, para não comprometer os prazos.

Além disso, de acordo com o Tayguara Gonçalves, engenheiro residente da obra, uma das exigências do consórcio era uma estrutura de assistência técnica full time para orientação da montagem da fôrma deslizante e todo o processo de deslizamento, que exige atenção e participação ativa em toda a operação.

SOLUÇÃO

Para essa obra, a SH forneceu o sistema de Fôrmas Deslizantes ideal para obras com estruturas de concreto armado muito altas, com seções de dimensões contínuas ou variáveis, como pilares, paredes, silos, dentre outros.

“A presença constante dos especialistas da SH foi decisiva para a superação e solução de imprevistos, com agilidade e qualidade”, ressalta o engenheiro Tayguara, detalhando que no sistema de fôrmas deslizantes cada segundo é extremamente importante. “O processo não pode ser interrompido, sob o risco de comprometer toda a concretagem criando juntas frias no concreto”, alerta.

O sistema de fôrma deslizante da SH foi implementado para atender o trabalho de construção das paredes da Casa de Força da ampliação da UHE Salto Curucaca a qual passará a gerar 37MW.

A utilização do sistema de deslizamento nesta obra foi necessária devido à altura das paredes ao acabamento que o concreto recebe. Como a concretagem não possui juntas, os andaimes telescópicos utilizados no trabalho permitem que os colaboradores realizem o tratamento do concreto, deixando a aparência muito superior ao sistema de fôrmas trepantes.
DESCRIÇÃO DO PRODUTO
As Fôrmas Deslizantes SH são compostas por painéis, guias, barrões, ancoragens, andaime, piso metálico, além de contraventamento e de material hidráulico, proporcionando agilidade, resistência, supressão de juntas e permitem um acabamento perfeito nas obras.
Montadas de acordo com a geometria da estrutura, as formas recebem a fixação de dispositivos estruturais e hidráulicos que possibilitam sua movimentação no sentido vertical ou horizontal. Para a montagem do sistema, se faz necessário o uso de guindastes ou gruas.
Um diferencial agregado ao serviço por meio da parceria com a Metalúrgica Cardoso é a utilização de andaimes telescópicos, dispositivos metálicos aplicados na concretagem de grandes estruturas com as mais variadas dimensões permitindo uma concretagem rápida e contínua.

 

5 comentários em “Fôrmas deslizantes e assistência técnica foram decisivas na UHE Salto Curucaca”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *